O renomado hairstylist Claus Borges, responsável pelo look da Geovanna Ewbank no calendário 2012, tem muita história de vida para contar. Artista Redken desde o lançamento da marca no Brasil há 11 anos, super requisitado em palestras, workshops e eventos internacionais, Claus falou conosco sobre o ritmo do trabalho, as experiências mais marcantes em sua carreira, como as criações para a atriz Débora Duboc e a colaboração nas passarelas de moda internacionais, e a participação na campanha contra a AIDS.

 
Alegre e jovial, Claus é prova viva de que investimento no âmbito profissional, trabalho duro, talento e solidariedade são a fórmula secreta para uma carreira triunfante!
 
CCA: Conte-nos sobre sua carreira profissional. Como, quando e onde começou?  
 
Claus: Comecei no salão Rogerius, do meu próprio cabeleireiro Rogério Forte. Depois me aperfeiçoei com cursos na Teruya (Brasil), Tony & Guy (Londres), Academia L’Oréal (Paris), Academia Redken (NYC e Brasil). Atualmente sou um RA (Artist Redken) para a marca.
 
CCA: Como começou seu envolvimento com a L’Oréal Professionnel? 
 
Claus: Há muito tempo já curtia os eventos de L’Oréal (aqui e em Paris), onde também me inspirava com seus grandes artistas internacionais . Depois veio a Redken e casei. 
 
CCA: Como foi seu envolvimento com a campanha Cabeleireiros Contra Aids?  
 
Claus: Já faz algum tempo! Conheci a campanha durante um evento, obtive informações e achei bem interessante, então quis participar! 
 
CCA: Por que é importante a participação de cabeleireiros e outros profissionais da beleza nesta luta? 
 
Claus: O poder da comunicação que a área oferece é indiscutível. Isso sem dúvida alguma! Temos o privilégio de tocar as pessoas e, portanto, temos abertura para falar sobre diversas coisas. 
 
CCA: Onde você se inspirou para criar o look da Geovanna Ewbank para o calendário Cabeleireiros Contra Aids?  
 
Claus: A Geovanna é linda, não precisa de muito. Vejo-a como uma mulher simples, chic e elegante. Daí veio o look.
 
CCA: Em sua opinião, qual é o look masculino e feminino que estão mais em cena no momento? 
 
Claus: Masculino – nuca raspada e franja longa ou topete.  Feminino – gosto muito das franjas retas, como no visual da coleção Redken.
 
CCA: Você viaja o mundo para dar palestras e workshops. Como é a rotina durante estes eventos? Quanto tempo de preparação requer anteriormente? 
 
Claus: Nossa, é uma loucura mesmo! Primeiro, confiro a agenda da Redken e aí começo a me preparar. Estudo, pratico, ensaio, falo, executo, compreendo, analiso, viajo, volto.. ufaa! É muita coisa, mas com muito amor tudo sai super bem, graças a Deus! Assim é a vida de um RA (Artista Redken).
 
CCA: Você já trabalhou com vários famosos e em muitos eventos de destaque: desfiles nacionais e internacionais, shows da Hair Brasil e Beauty Fair, eventos internacionais da Redken, para citar alguns. Têm alguma experiência que te marcou em especial? 
 
Claus: Várias! Por exemplo, criar o look dos personagens da Atriz Deborah Duboc nos filmes Latitude Zero e Cabra Cega. Também tive a inspiração para o look Pirâmide Invertida para o desfile da Vivianne Westwood. Recentemente, o look Explosão de Textura para a Coleção Internacional de Redken NYC foi bem marcante. Tudo é incrível!
 
CCA: Qual o seu conselho para cabeleireiros que estão começando a carreira agora?
 
Claus: Invista em sua carreira, faça cursos. Não desista nunca. Acredite!
 
CCA: Se você pudesse deixar uma mensagem para as pessoas sobre a prevenção contra aids, qual seria?
 
Claus: Esteja bem com seu corpo, espírito e alma. O resto é curtir a VIDA, e nunca se esquecer de levar junto a CAMISINHA.
Deixe um Comentário